Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Rapaz mata mulher asfixiada em Nioaque e liga pra mãe da vítima

Publicado em 05/04/2021 Editoria: Polícia


Foto CG News

Foto CG News

Um jovem de 18 anos foi preso por suspeita de matar asfixiada Silvia Marques Gonçalvez, 34 anos, com quem mantinha um romance.  O crime aconteceu na tarde de ontem (4), em Nioaque, 179 quilômetros de Campo Grande.
 
Conforme informações do boletim de ocorrência, uma criança que é irmão do suspeito estava brincando perto de uma casa em construção quando ouviu o grito da vítima.
 
Assustado, o menino chamou pelo irmão mais velho e os dois foram até o local, o que levou o suspeito a aciona a polícia e avisar a mãe da vítima sobre a morte.
 
O barulho fez outras pessoas irem até o local verem o que estava acontecendo e encontrarem a vítima caída no chão, dentro de um dos cômodos da casa.
 
O corpo estava ao lado de um lençol branco com estampas coloridas, que estava sujo de sangue e amarrado em umas ferragens, perto do telhado da casa.
 
Aos policiais, o suspeito disse apenas que já tinha ficado três vezes com Silvia. O celular da vítima foi encontrado jogado no meio do mato, no mesmo terreno onde o corpo foi achado.
 
A vítima estava com marcas no pescoço e nariz, e ao lado do corpo os policiais encontraram vestígios de sangue.
 
Uma prima de Silvia contou aos policiais que viu a vítima passando em frente à sua casa horas antes, com o lençol que estava dentro de uma sacola de plástico.
 
A perícia foi acionada e descartou possibilidade de suicídio, informando que o caso se trata de um homicídio por asfixia.
 
Já na delegacia, os policiais conseguiram desbloquear o celular de Silvia e descobriram que o suspeito mantinha relacionamento com a vítima e mentiu quando disse que havia apenas ficado com ela. O jovem foi preso em flagrante.
 
O corpo foi levado para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) da cidade. O caso foi registrado como homicídio qualificado na Delegacia de Polícia Civil de Nioaque, onde segue em investigação. 
 


› FONTE: Campo Grande News