Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Pós-feriadão, MS registra apenas uma morte por covid

Publicado em 13/10/2021 Editoria: Saúde


Óbito era de uma campo-grandense que morreu em maio deste ano, mas só teve a confirmação nesta quarta-feira
 
Boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quarta-feira (13), após o feriadão, trouxe apenas uma morte por covid, registrada nas últimas 48 horas. Trata-se de uma mulher, de 74 anos, que morava em Campo Grande e foi a óbito em 17 de maio deste ano, mas a confirmação só aconteceu agora.
 
A secretária-adjunta de Saúde, Crhistinne Maymone, ressaltou que a população precisa continuar seguindo as medidas básicas de prevenção, tais como o uso de máscaras adequadas, higiene das mãos com água e sabão, ou álcool em gel a 70%, distanciamento social e adesão pela vacinação. Atualmente, o Estado vive um cenário de maior disponibilidade de vacinas em todos os municípios.
 
Maymone, em coletiva, repetiu informação divulgada pela pasta, recentemente, de que Mato Grosso do Sul ficou dois dias sem óbito por covid. Vale ressaltar que, nos dias de feriado prolongado, pode ter havido uma subnotificação de dados, que poderão vir, acumulados, nos próximos dias. "Não significa, necessariamente, que [os óbitos] não podem ser encerrados", disse.
 
Mas já é uma grande vitória, estarmos, até o momento, com 48 horas sem óbitos registrados. Isso é bastante positivo, diz respeito à prevenção, à vacina e às medidas de segurança que devemos ter"
 
Segundo a SES, também não houve registro de mortes em 14 de setembro, há cerca de um mês atrás. No entanto, conforme levantamento feito pela reportagem, o Estado não ficava dois dias sem notificações de mortes desde 4 de junho, há 497 dias.
 
Boletim atualizado - Também foram registradas 68 infecções neste documento, ajustando a média semanal para 122 peças pegando covid a cada 24 horas.
 
Cerca de 15% dos leitos de terapia intensiva vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde) estão ocupados por pacientes da doença. Segundo o governo, muitas das estruturas hospitalares ativadas na pandemia estão sendo reformuladas e adaptadas para atenderem indivíduos com outros agravos de saúde, para além do coronavírus.
 
Mais de 374,7 mil sul-mato-grossenses tiveram coronavírus, desde o início da pandemia. Desses, 364,1 mil se recuperaram, mas 9.602 foram a óbito. O restante segue internado ou isolado, ainda se tratando da enfermidade. A média dos últimos sete dias tem sido de pelo menos três vítimas a cada dia.
 
Conforme os dados epidemiológicos inseridos em boletim pela pasta, ajustando datas para quando foram inseridos no sistema, o Estado segue com média móvel semanal de pelo menos uma morte, desde que os primeiros casos aconteceram em território estadual. Ou seja, a fim de evitar subnotificação e suavizar erros de registro, é importante dizer que MS não teve uma semana sem mortes pela doença, desde meados de abril de 2020.
 
Desde janeiro deste ano, quase 61% da população já está com o primeiro ciclo vacinal completo. Ou seja, que recebeu duas doses, ou dose única, de vacina anti-covid.
 


› FONTE: Campo Grande News