Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Pescadores profissionais de SP são presos em MS por pesca predatória.

Publicado em 26/04/2019 Editoria: Polícia


Polícia Militar Ambiental prende e autua em R$ 11,2 mil dois pescadores profissionais paulistas usando 2,5 km de redes ilegais, que tentam fuga em embarcação  
 
Durante fiscalização no rio Pântano no município, na divisa com o município de Selvíria, Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado prenderam ontem (26) dois pescadores profissionais por pesca predatória. Os infratores pescavam embarcados e foram surpreendidos armando e conferindo redes de pesca (petrechos proibidos), que haviam armado, as quais medidas perfizeram 2.500 metros.
 
A PMA soltou vários exemplares que ainda estavam vivos nas redes e aprendeu 60 kg de peixes que estavam mortos na embarcação. Os infratores tentaram fuga ao avistar os Policiais, porém, foram perseguidos e presos. Com eles foram apreendidos 60 kg de pescado, um barco, um motor de popa e as redes de pesca. Felizmente a PMA prendeu os elementos no início da pescaria, haja vista que esses petrechos têm grande poder de captura e dizimação de cardumes e, devido ao pouco tempo que tiveram, tinham capturado apenas 60 kg de pescado.
 
Os infratores, pai e filho de 46 e 71, residentes em Ilha Solteira (SP), receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado, juntamente com o material apreendido, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e poderão sair para responder ao processo em liberdade depois de pagarem fiança. Eles também foram autuados administrativamente e multados em um total R$ 11.200,00. O Pescado será doado para instituições filantrópicas.


› FONTE: PMA