Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Calçamento com lajota é prioridade da gestão, diz Odilon Ribeiro

Publicado em 13/01/2020 Editoria: Cidade


Um dos desafios que o prefeito Odilon Ribeiro e a vice-prefeita Selma Suleiman enfrentaram ao assumir a gestão em 2017 foi a falta de estrutura e recursos para pavimentações com recursos próprios do município.
 
Uma fábrica de lajotas foi a ideia encontrada pela a atual Administração Municipal para ajudar a suprir a demanda de pavimentação existente no município.
 
Assim, no segundo semestre de 2018, o prefeito Odilon Ribeiro firmou um convênio com a AGEPEN e o Estabelecimento Penal de Aquidauana (EPA), para a prefeitura instalar uma fábrica de lajotas, com maquinários e materiais, dentro do presídio e os detentos trabalharem na produção, em troca da remissão de pena.
 
"Buscamos essa parceria e está tudo dando certo! Os detentos estão trabalhando, produzindo as lajotas e a gente seguem na prefeitura com a parte do projeto e da estrutura para quando as lajotas chegarem prontas, possamos executar a pavimentação, começar e concluir, a exemplo das ruas que já conseguimos fazer", pontuou o prefeito Odilon.
 
Conforme explicou o coordenador da fábrica de lajotas, Mário Raváglia, num período de quatro meses, com fluxo de produção contínuo, os detentos chegam a produzir cerca de 20 mil lajotas, que daí são disponibilizadas para a equipe do Artefatos executar as pavimentações seguindo os projetos da Administração Municipal, melhorando a viabilidade em diversas ruas, como já foi feito no Jardim II, na vila Dona Nenê e agora na Paraíso.
 
Segundos os estudos e análises que a Secretaria Municipal de Planejamento, Habitação e Urbanismo de Aquidauana vem realizando em diversas ruas, a instalação de lajotas de concreto será a alternativa viável de pavimentação para ruas ainda sem asfalto, no caso, em especial, das ruas que não precisem de altos investimentos de drenagem. 
 
Vale destacar que, as lajotas de concreto têm alta durabilidade, é mais resistente que o asfalto, é de fácil colocação e manuseio e manutenção, além de ter um processo de industrialização de menor impacto ambiental que o asfalto.
 


› FONTE: Agecom