Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Investimentos e ações de fomento ao turismo dão suporte para Bonito

Publicado em 04/10/2020 Editoria: Infraestrutura


MS-345, conhecida como Estrada do 21: antiga ligação de Bonito com Anastácio terá continuidade da pavimentação pelo Governo Presente.
 
Infraestrutura viária, com implantação e recuperação dos acessos, retomada operacional e ampliação do aeroporto estadual, programas de controle e conservação dos mananciais e apoio institucional e promocional do destino são ações do Governo do Estado que, nesse período de pandemia do novo coronavírus, estão fazendo a diferença para garantir o retorno do turismo em Bonito com eficiência, responsabilidade ambiental e segurança.
 
A parceria forte do Estado com o município – prefeitura e setor produtivo -, por meio das áreas de infraestrutura, meio ambiente e fomento ao turismo, tem dado o suporte necessário para a Capital do Ecoturismo enfrentar e superar o atual cenário no retorno gradativo da atividade. Os investimentos do governo, segundo Augusto Barbosa Mariano, secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio, hoje são fundamentais para vencer a crise na saúde.
 
“Tem sido muito importante a presença do Governo do Estado com ações pontuais, que refletem diretamente para que Bonito se torne cada vez mais competitivo no turismo, não só no Brasil como no mundo”, disse o secretário. “Não apenas em obras estruturantes, mas em ações de treinamentos, qualificação, divulgação e marketing.”
 
Controle ambiental
 
O turismo é uma das atividades econômicas que mais emprega em Bonito e movimenta anualmente R$ 340 milhões deixados por 240 mil visitantes (números de 2019). A chegada da agricultura (soja e milho) no entorno dos atrativos, segundo Augusto Mariano, representa mais R$ 500 milhões (50% do PIB) e a atividade expande (55 mil hectares) em harmonia com o ecoturismo e o meio ambiente com controle rigoroso dos recursos hídricos da região.
 
“Hoje Bonito tem uma participação muito expressiva no agronegócio, em consórcio com o turismo e com sustentabilidade. O Estado foi presente e atuou de forma muito contundente e com responsabilidade na reparação dos danos ambientais que ocorreram no passado, criando normas rigorosas para uso do solo e água”, destaca. “Hoje temos um novo nicho de mercado, que é o econegócio, com peso econômico e sem conflitos ambientais”, sustenta.
 
Esse controle ambiental reflete na atividade turística e agrega valor, avalia o secretário, representando responsabilidade social e com os recursos naturais, colocando Bonito como uma referência também no equilíbrio entre produção e meio ambiente. “O tratamento adequado dos efluentes realizado pela Sanesul, que são devolvidos à natureza com eficiência de 97% de pureza, é um exemplo do nosso compromisso ambiental”, diz Mariano.
 
Asfalto até as grutas
 
As obras entregues e em execução pelo Governo do Estado, elencadas pelo secretário, beneficiam diretamente o setor turístico e ao agronegócio. São mais de R$ 88 milhões investidos somente em infraestrutura, no período de 2015-2020. A conclusão do asfalto da MS-178, a Estrada do Curê, facilita o acesso aos atrativos e o escoamento de grãos. Obra paralisada por uma década foi entregue em 2019 pelo governador Reinaldo Azambuja.
 
Em fase final de conclusão do primeiro trecho (7 km), o asfalto da MS-382, a partir do centro de Bonito, chegará em breve à entrada do acesso às grutas do Lago Azul e São Miguel e Abismo Anhumas. A obra de R$ 6 milhões contemplará também o agronegócio. Na beira da rodovia opera um armazém de grãos, que em 2019 movimentou mais de 100 mil toneladas de milho e soja e, a partir deste ano, exporta pelos portos de Porto Murtinho, a 180 km.
 
Ex-prefeito Nercy Soares, 92 anos, lembrou da amizade com a família do governador: "vendi muito Nelore para o pai dele, conheci o Reinaldo garoto"
O proprietário do armazém é o fazendeiro e ex-prefeito de Bonito, Nercy Soares dos Santos, que liderou o movimento pelo asfaltamento da MS-382. “Era um sonho antigo, havia muito atoleiro, e o Reinaldo (Azambuja) teve a visão de trazer esse asfalto, integrando campo e cidade”, diz ele, em sua fazenda Serradinho. “É uma obra linda, nos enche de orgulho. Agora vamos pleitear mais 23 km, até a Baía das Garças, que está no projeto do Governo.”
 
Quartel dos Bombeiros
 
Ainda no setor viário, o governo executou o recapeamento das MS-178 e MS-382, do aeroporto estadual ao centro da cidade, implantando ciclovia, nova iluminação e sinalização. O aeroporto, gerenciado pelo Estado, ganhou novos equipamentos e recape da pista para receber grandes aeronaves. Em fase de licitação, será reconstruído o pavimento de 53 km da MS-382 (Guia Lopes da Laguna-Bonito), principal acesso ao destino a partir de Campo Grandes.
 
Com mais de 40% já executada, a obra do quartel do 8º Grupamento de Bombeiros de Bonito é considerada emblemática. Com investimentos de R$$ 2,1 milhões, atende a uma antiga reivindicação da comunidade local. “Esse é um governo presente, que se materializa aqui nesta obra”, aponta Augusto Mariano. “O quartel dá segurança à população, agrega valor ao turismo e a nossa política de sustentabilidade, protegendo as unidades de conservação”, cita.
 
O governador Reinaldo Azambuja afirmou que os investimentos são frutos de um trabalho que envolveu medidas duras e até impopulares. “Optamos por fazer um governo responsável, diminuímos o tamanho da máquina pública, reduzindo os gastos com o próprio governo para investir no bem estar da população, fizemos as reformas e enfrentamos crises sem deixar de honrar nossos compromissos. Isso nos permitiu manter os investimentos nas obras prioritárias e lançar o Governo Presente, que até o fim de 2022 vai injetar mais R$ 4,2 bilhões nos municípios”, disse.
 
Ligação Anastácio-Bonito
 
Incluída no pacote do Governo Presente, a pavimentação da MS-345 (antiga Estrada do 21), entre Anastácio e Bonito, foi oficializada pelo governador Reinaldo Azambuja. Será executado o primeiro trecho de 50 km, cujo projeto executivo foi concluído e a abertura da licitação depende da elaboração dos projetos das pontes de concreto. Na primeira gestão do governador, o Estado pavimentou o trecho que compreende o perímetro urbano do distrito.
 
Repercutiu positivamente na região o anúncio, pelo Estado, da licitação para pavimentação de um trecho da Estrada do Turismo, antiga estrada boiadeira que dá acesso a vários atrativos às margens do Rio Formoso. Na área urbana, diversas ruas e avenidas ganharam restauração do pavimento e foram asfaltados os bairros Vila Jaraguá e Jardim Marambaia. No setor de saneamento básico, a Sanesul investiu R$ 5,4 milhões e projeta mais R$ 4 milhões.
 


› FONTE: Portal MS