Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Bolsonaro pede para diplomatas levarem 'a verdade' ao mundo

Publicado em 22/10/2020 Editoria: Poltica


Em cerimônia de formatura de novos diplomatas do Instituto Rio Branco, no Palácio do Itamaraty, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro pediu para os novos profissionais levarem a "verdade sobre o país ao mundo".
 
 
 
"Não podemos nos deixar vencer pelas narrativas, o mundo sempre esteve em guerra, mesmo que seja pelas comunicações", disse o presidente. "A verdade me trouxe até aqui", completou.
 
 
 
O Instituto Rio Branco, que completa 75 anos em 2020, é responsável por formar os diplomatas brasileiros.
 
 
 
A turma formada em 2020 recebeu o nome de João Cabral de Melo Neto, em homenagem ao poeta e diplomata pernambucano.
 
 
 
Além de Bolsonaro, do vice-presidente, Hamilton Mourão, e do titular da pasta das Relações exteriores, Ernesto Araújo, que fez um discurso duro contra a esquerda, também estavam presente na cerimônia diversos ministros do governo federal. Entre eles, o da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Walter Braga Netto, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno.
 
 
 
"Precisamos que os senhores mostrem ao mundo que o Brasil está fazendo o que é certo..Estamos reformando nossa economia, cortando gastos, fazendo reformas. Também estamos combatendo a corrupção pelo exemplo, o nosso governo não tem nesses quase dois anos que se completam um só ato de corrupção", declarou Bolsonaro.
 
 
 
Segundo ele, seu governo preservou a liberdade de imprensa e respeita o trabalho dos jornalistas. "Em nenhum momento ouviram desse presidente algo parecido como controle social da mídia", comentou, em referência a uma das propostas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
 
 
 
"Apesar de tudo, nós suportamos o que vocês escrevem, sem qualquer retaliação da nossa parte", disse Bolsonaro.
 
 
 
O presidente também afirmou que seu governo vai levar diplomatas de outros países à região da floresta amazônica para que vejam que não há qualquer indício de queimada.
 
 
 
"Não é fácil falar e levar a verdade, mas confiamos em vocês. Nós temos que lutar pelo que é nosso." 


› FONTE: As informaes so do R7.