Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Aberta a licitação para construção da ponte sobre o Rio Paraguai

Publicado em 06/12/2019 Editoria: Infraestrutura


Expectativa é que a empresa vencedora seja anunciada em março, para obra que será conduzida pelo Governo Paraguaio
 
O Governo do Paraguai lançou a licitação para construção de ponte sobre o Rio Paraguai, que vai contribuir com a rota bioceânica, ao ligar os municípios de Carmelo Peralta (Paraguai) e Porto Murtinho. A expectativa é que a obra custe US$ 75 milhões.
 
“A Rota Bioceânica está se tornando realidade. A publicação do edital da ponte, dentro do prazo estabelecido na reunião em Hernandárias, é uma demonstração do compromisso e empenho das autoridades paraguaias”, ponderou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck.
 
Ele contou que foi realizado há duas semanas uma reunião da Comissão Mista, na sede da Itaipu Paraguai, justamente para discutir o projeto, que lá foi feito o compromisso que os prazos seriam cumpridos. A licitação aberta pede a elaboração de um estudo de viabilidade técnica, econômica, socioambiental, engenharia e fiscalização para construção da ponte.
 
As empresas interessadas devem entregar as propostas até o dia 16 de janeiro, diretamente ao Ministério de Obras Públicas e Comunicação do Paraguai. Podem participar do certame tanto empresas paraguaias, como brasileiras. Com estimativa de custar US$ 75 milhões, a obra tem expectativa de gerar 100 empregos, em 35 meses de duração.
 
Segundo o governo, a intenção é que a empresa vencedora da licitação seja anunciada em março de 2020, durante reunião da Comissão Mista Brasil-Paraguai. A ponte terá 680 metros de comprimento, com 380 (metros) de luz livre, 22 metros de altura, além de duas torres com 100 metros de altura. Já os viadutos serão de 150 metros, em ambos os lados.
 
Lado brasileiro – No projeto que será feito pelo lado brasileiro, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) anunciou que já concluiu o estudo para viabilidade do anel viário de 12 km, que será construído entre a ponte em Porto Murtinho e a BR-267, tendo um custo previsto em R$ 100 milhões. A licitação para obra deve ser lançada em janeiro de 2020.
 
“No nosso lado (brasileiro) também estamos avançando. Nesta semana, o Imasul entregou um declaração ambiental solicitada pelo Dnit. Era o documento necessário para que o governo federal faça a licitação da obra, que vai interligar a rodovia (BR-267) à ponte do Rio Paraguai”, explicou Verruck.
 
O governo brasileiro também vai encomendar estudos para adequações na rodovia BR-267. A intenção é melhorar o tráfego em 200 km, que passam pelas cidades de Porto Murtinho, Jardim, Maracaju e Rio Brilhante.
 


› FONTE: Campo Grande News