Portal de Aquidauana

Seja bem vindo,

Cota��o
Aquidauana

Em menos de 1 semana, três foram executados na rua e durante o dia em Campo Grande

Publicado em 27/05/2022 Editoria: Polícia


Em menos de uma semana, três homens acabaram executados nas ruas de Campo Grande e durante o dia. Nesta sexta-feira (27), o dono de um lava-jato na Avenida das Bandeiras foi morto em frente ao seu estabelecimento com um tiro na cabeça e um eletricista de 33 anos que apenas passava pelo local também acabou morrendo.
 
Há seis dias, no dia 21, Rikelmy Lorran Figueiredo, de 22 anos, também foi executado a tiros no Bairro Aero Rancho, quando estava saindo de uma festa na casa de amigos pela manhã. Ele ainda tentou correr pelas ruas do bairro, mas acabou atingido pelos tiros. Dois suspeitos do crime que estavam em uma motocicleta se apresentaram à polícia, mas negaram ser os atiradores.
 
Nesta manhã de sexta, o dono do lava-jato foi executado com um tiro na cabeça, por um homem que chegou a pé no local. Um eletricista que passava pelo local em direção ao seu trabalho acabou morrendo sendo atingido embaixo da axila pelo disparo. O corpo do eletricista estava a 60 metros de onde o dono do lava-jato foi executado. Equipes do GOI foram até o local e o assassino é procurado.
 
Executado por foto com mulher
O assassino de Rikelmy Lorran Figueireido Toguicioli, de 22 anos, teria recebido R$ 1.500 para cometer o crime. Segundo informações apuradas pelo Jornal Midiamax, o crime teria sido cometido por um ‘amigo’ de Rikelmy. O rapaz teria sido executado por causa de uma foto que a vítima tirou em que aparece uma mulher ao fundo. Rikelmy havia voltado de Santa Catarina há três dias. 
 
O rapaz tinha três passagens pela polícia quando menor infrator, de lesão corporal, roubo majorado pelo emprego de arma e porte droga para consumo pessoal. Ele não tem nenhuma passagem depois que completou 18 anos.
 


› FONTE: Midiamax